Heaven is in W. Hollywood

ATTENTION: The portuguese part was written on Sunday so it’s very different from the english one.

If you live in L.A., you probably know what I’m about to show you. And if you don’t, you must schedule a visit ASAP! First of all, let me just tell you: I LOVE Los Angeles. This city keeps surprising me almost every day, and I couldn’t be happier after I found out about the “Melrose Trading Post”. I already love West Hollywood for all its glory, but after this… Oh gosh! When I can move in?

This market has everything I love the most: One of a kind pieces, mixed with a vintage vibe, combined with local designers, plus an opened-air space, added to great prices and complete and raw COOLNESS. Not to mention, while enjoying a beautiful Sunday. Seriously, what more could I ask for?

I will leave you to the pictures…

GENTE! PÁRA TUDO! Cheguei no Paraíso. Isso é tão sério que parei no meio do passeio para contar dele para vocês. Especialmente para as brasileiras que sofrem com as roupas caras (pô fala sério, até na C&A?). O pior é que pagamos caro, vem com a aquela qualidade e ainda somos obrigadas a ver todo mundo com a mesma roupa… Triste. MAS, entretanto porém todavia, eu achei uma terra encantada hahaha

Vos falo de dentro do “Fairfax High School”. Todo domingo rola por aqui um evento INCRÍVEL, que eu acabei de descobrir chamado “Melrose Trading Post”! Pensa na ferinha da sua cidade. Pensou? Agora adiciona um ambiente familiar bem seguro (opa, posso pensar…). Mais a vibe relax e cool de West Hollywood (hmm, tá ficando bom). Coloca também uns designers locais (tá bom! Vamos marcar de ir). E com preço de banana?!?! (JÁ TÔ AQUI, cadê você?). E para colocar o brownie em cima do bolo de chocolate com cobertura de brigadeiro: Com uma bandinha delícia em um domingo ensolarado de Los Angeles. Ah gente, fala sério! Cheguei ou não no paraíso?

Deixo com vocês as fotos…


Everything handmade or vintage: Prerequisite to sell in the market.
Tudo feito à mão ou vintage: Pré requisito para vender no mercado.


Sooooo many tattered jeans! I’m addicted to shorts!
Muuuuitos jeans denotados! Sou viciada por shortinhos!


Oh peeps, there’s so many cool things! I went crazy, promise.
Ai gente, tem muita coisa legal! Eu pirei, juro.

Sunday I will be there again. So if you have nothing do to and want to enjoy a day of cool shopping, meet me there. Next to the accessories… No, the shorts… No, no the furniture (next post I will show you them, A-MA-ZING)… Oh gosh. Just meet me there :) If you can’t, there’s another event, the “Unique LA” on May 12-13, that’s bigger and better. A half annual thing. I will be there too, FYI.

Domingo que vem estarei aqui de novo. E uma das mulheres que trabalha em uma das baracas me avisou de um evento BEM maior do que esse aqui, que rola duas vezes por ano. Chama “Unique LA” e o cartão de crédito já tá berrando na carteira: NÃO ESQUECE DO BRASIL, AGATHA! Mal posso esperar para vocês verem meus escolhidos no Bazar. Eu juro: o seu cartão também vai gritar rs.

Thank you for reading!

Agatha xo

Melrose Trading Post info. here
Unique LA info. here

Tales: The Earthquake

Last night I dreamed about an earthquake. I was in a familiar building with a small group of friends, having fun and it suddenly hit us. The earth started shaking… There were explosions everywhere… We ran but a beautiful man died. I fell into the ground and whipped. It was so real that I could feel the pain in all over my body. And even though I wanted to grieve, I couldn’t, since I was meant to guide the other desperate survivors. So I gathered all of my braveness to help them… To help us.

The building was now in crumbs, involved in a gray and black palette. We were locked, with no apparent way out. However, surprisingly I was able to find one, in a quick dream-sequence speed. When we reached the street, the world was quiet and I was alone. I wandered the roads, trying to find something or someone and then I saw him. In the middle of the street: my beautiful man was still alive. I ran into him, relieved and so happy that, again, I could feel it in every part of my body. Nothing was really lost after all. We were together. In love, in the middle of the chaos.

I don’t remember when, but I woke up like we always wake up after a hectic dream: Tired and feeling disconnected. My body was still living that chaotic post-earthquake world. I was scared. California is a place of earthquakes, so yeah: I was really scared. Although after some research I discovered something that changed my view of this dream.

You may believe it or not, but apparently dreaming about quakes is a great thing. It signifies a life altering event approaching you, something that it will change your life forever. If you got hurt in the dream, you may experience some dark things in real life, but if you survived unharmed, prosperity and infinite greatness are coming to you. The thought not only calmed me, but it brought me a sense of control and proudness of accomplishments that didn’t even happen yet.

And the beautiful man… well I like to think that he is coming too. Maybe not as tan as the one in my dream, but he is on his way back.

“If you have the courage, let your wildest dreams become reality.”

*.*

Na noite passada, tive um sonho com um terremoto. Era uma tarde normal, em um edifício familiar. Eu estava rodeada por um pequeno grupo de amigos e lembro das nossas risadas ecoando na sala. De repente aconteceu. A terra começou a tremer sob nós… Explosões viam do andar de baixo. Conseguimos correr, mas a vida de um lindo homem foi perdida no meio da confusão. Eu desabei no chão, chorando. A dor foi tão real que consegui sentí-la em todo o meu corpo. Mas por mais que eu quisesse me perder no meu luto, não pude, já que era minha responsabilidade cuidar dos outros sobreviventes. Então juntei toda a minha coragem para ajudar eles… Nos ajudar.

O edifício estava agora em pedaços, involvido por uma paleta cinza e preta. Nós estavámos trancados, sem qualquer saída aparente. Entretanto, supreendentemente eu consegui nos tirar de lá, com a velocidade rápida, típica de um sonho. Quando chegamos na rua, o mundo estava silencioso e eu estava sozinha. Andei sem rumo pelas avenidas, procurando algo ou alguém e de repente o vi. No meio da rua: meu lindo homem ainda estava vivo. Corri até ele, aliviada e tão feliz que novamente consegui sentir em todo o meu corpo. Nada tinha realmente se perdido. Nós estavámos juntos. Apaixonados, no meio do caos.

Não lembro quando, mas acordei como sempre acordamos depois de um sonho agitado: Cansada e desconectada. Meu corpo ainda estava vivendo no caótico mundo pós-terremoto. Eu estava com medo. Terremotos existem na Califórnia: Eu estava com muito medo. Entretanto, depois de uma pesquisa, descobri algo que alterou minha percepção desse sonho.

Você pode acreditar ou não, mas aparentemente sonhar com terremotos é uma algo incrível. Significa que um evento que mudará sua vida está a caminho, daqueles bem grandes e assustadores mesmo. Se você se machucar durante o sonho, talvez você passe por alguns momentos ruins, mas se você sobreviveu sem um arranhão, prosperidade e maravilhas estão prestes a bater na sua porta. O pensamento não somente me acalmou, como também me deu um sensação de controle e orgulho por realizações que ainda nem aconteceram.

E o lindo homem… bom gosto de pensar que ele também está vindo. Talvez não tão bronzeado quanto no sonho, mas ele está no seu caminho de volta.

“Se você tiver coragem, permita que seus sonhos se tornem realidade”

Natural

I’m not actually a makeup freak person. Most of the days I don’t even wear any, and even if I do, sometimes, I can still hear my mom’s voice saying “Who wears makeup everyday ages faster, Agatha. You don’t need that!”. I have nothing against who does it, but the thing is: My mom is in her mid-forties and people still think if she decided to announce to the world that she is actually 22, everybody would believe it. Well, needless to say… I think I’m sticking with her.

However sometimes it’s fun wearing it, I must say. In those days I always stick with my combo of foundation + blush (sometimes bronzer too) + lipstick + mascara. That’s it. And since the last one in my list was practically over (Bad Gal from Benefit), I had to buy a new one. Tired of high end mascara that don’t quite do the job for me and a bit overpriced, I turned to the beauty of America: Pharmacy make-up.

Eu não sou doida por maquiagem. Na maioria dos dias eu nem passo nada, e mesmo quando saio da rotina, às vezes, ouço a voz da minha mamis “Quem passa maquiagem todo dia, envelhece mais rápido, Agatha. Você não precisa disso!”. Não tenho nada contra quem gosta, mas é o seguinte: Minha mãe está nos 40 e poucos anos de idade, e todo mundo acha que se ela decidisse contar para o mundo que na verdade tem somente 22 anos, o pessoal acreditaria. Não precisa falar mais nada: Fico no time dela.

Mas que é divertido passar às vezes, É! Nesses dias eu sempre fico no meu combinho de base + blush (tem dias que coloco um bronzer também) + batom + rímel. E pronto. E como o último ítem da minha lista já estava pedindo arrego (o Bad Gal da Benefit), eu fui atrás de outro. Já cansei de rímel caro que não me impressiona de verdade, e me joguei no que há de melhor nos EUA: Maquigem de farmácia.

Less than $10 dollars: voilá! First time and I’m already in love. Maybe now I will surround myself with Maybelline ;)

Menos de $10 dólares: voilá! Foi a primeira vez que usei e já me apaixonei. Pode ser que agora eu me cerca de Maybelline ;)

Thank you for reading!!
Agatha xo

.credits
foundation M.A.C. Studio Tech N25
blush Tara (don’t know the color)
lipstick NARS Roman Holiday
mascara Maybelline The Falsies – Volume Express
shirt Forever 21
headband from Brazil (and I wrapped around my ponytail, and made a bow in the end)
necklaces Michelle – Pink greek eye (bought at Melrose Trading Post on Sunday) & Beats – stolen from my mom years ago lol